Get Adobe Flash player

Atividades da Semana

Atividades da Semana

Perguntas da semana 08/08/2011

  PERGUNTA PARA SENHORAS E CULTO NO LAR
– ASSUNTO: O SACERDÓCIO DO SENHOR JESUS
– TEXTO FUNDAMENTAL: JOÃO 17:19

  1. O SENHOR JESUS EXERCEU SEU SACERDÓCIO, EM NOSSO FAVOR, SANTIFICANDO-SE A SI MESMO, CONFORME JOÃO 17:19.
PERGUNTA-SE:
É POSSÍVEL IDENTIFICAR NO TEXTO ACIMA A FORMA COMO A IGREJA EXERCE, NA PRÁTICA, O SEU SACERDÓCIO?

  PERGUNTA PARA JOVENS E OBREIROS
– ASSUNTO: O SACERDÓCIO DO SENHOR JESUS
– TEXTO FUNDAMENTAL: JOÃO 17:19

  1. A SANTIFICAÇÃO E CONSAGRAÇÃO DO SACERDOTE NO VELHO TESTAMENTO ERA FEITA CONFORME LEVÍTICO CAP.8.
PREGUNTA-SE:
É POSSÍVEL RELACIONAR A EXPRESSÃO DE JOÃO 17:19 “POR ELES ME SANTIFICO A MIM MESMO” COM O TEXTO ACIMA?

  PERGUNTA PARA ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL
– ASSUNTO: O SACERDÓCIO DO SENHOR JESUS
– TEXTO FUNDAMENTAL: JOÃO 17:19

  1. A SANTIFICAÇÃO E CONSAGRAÇÃO DO SACERDOTE NO VELHO TESTAMENTO ERA FEITA CONFORME LEVÍTICO CAP.8.
PREGUNTA-SE:
É POSSÍVEL RELACIONAR A EXPRESSÃO DE JOÃO 17:19 “PARA QUE TAMBÉM ELES SEJAM SANTIFICADOS NA VERDADE” COM O TEXTO ACIMA?

  PERGUNTA PARA CRIANÇAS E INTERMEDIÁRIOS
– ASSUNTO: O TESTEMUNHO DO SERVO DO SENHOR
– TEXTO FUNDAMENTAL: DANIEL 1:3,4

  1.QUAIS SÃO AS CARACTERÍSTICAS DO SERVO QUE POSSUI A LINHAGEM REAL E DOS NOBRES, CONFORME DANIEL 1:3?
RESPOSTA: DANIEL 1:4

  PERGUNTA PARA ADOLESCENTES
– ASSUNTO: O TESTEMUNHO DO SERVO DO SENHOR
– TEXTO FUNDAMENTAL: DANIEL CAP.1

  1.QUAL FOI O OBJETIVO DA MUDANÇA DOS NOMES DE DANIEL E SEUS COMPANHEIROS?
RESPOSTA: DANIEL 1:7
TROCAR A IDENTIDADE DELES COM O SENHOR, POR UMA IDENTIDADE COM OS DEUSES DE BABILÔNIA.

Estudo para crianças, intermediários e adolescentes 07/08/2011

IGREJA CRISTÃ MARANATA – PRESBITÉRIO ESPÍRITO SANTENSE

 

3ª AULA PARA CRIANÇAS, INTERMEDIÁRIOS E ADOLESCENTES

Hb 11.27- Pela fé DEIXOU o Egito, NÃO TEMENDO a ira do rei; porque FICOU FIRME, como vendo o invisível.

 

INTRODUÇÃO

Já identificamos, nas aulas anteriores, três atitudes de Moisés: Recusar, Escolher e Deixar.

Agora vamos analisar as outras duas, Não Temer e Ficar Firme, para fecharmos este assunto.

Conhecemos a grande experiência que Moisés teve com Deus quando, ali sozinho no deserto, trabalhando como pastor de ovelhas, uma profissão tão simples, sendo Moisés instruído nas ciências do Egito (At 7:22), no Monte de Deus viu a sarça que ardia e não se consumia e ouviu a voz de Deus. Que bênção!

Deus falou com ele, fez promessas maravilhosas e deu-lhe uma grande responsabilidade. Vocês já sabem: Tirar o povo do Egito e levar para uma terra que o Senhor lhe prometeu (Êx 3:17), terra que mana (brota, nasce, aparece com fartura) leite e mel, terra fértil. Para uma terra brotar leite e mel precisa ser bem fértil, com muitas vegetações para as cabras, as ovelhas se alimentarem e produzirem muito leite; muitas flores para as abelhas produzirem o mel e também muitas frutas, pois a tâmara, por exemplo, era doce como o mel. Essa terra Deus quis dar ao seu povo Israel.

Moisés volta ao Egito para falar com Faraó e dar o recado de Deus: “Deixa ir o meu povo, para que me sirva no deserto.” Êx 7:16.

DESENVOLVIMENTO

Moisés volta para o Egito com a idade de 80 anos (Êx 7:7). Não foi fácil para ele. Precisou que Deus lhe ensinasse como falar e o que falar, mas ele não temeu. Podia ter dito ao Senhor: – Senhor eu estou aqui muito bem com minha esposa, meus filhos, já sou idoso, tenho um trabalho de pastor. Deixa-me ficar quieto aqui.

Não! Pegou a vara ou cajado que Deus lhe deu e que representa o governo do Senhor e saiu para o deserto.

Deus manda que Arão vá ao deserto encontrar-se com o seu irmão Moisés e eles se encontram no Monte de Deus.

Arão e Moisés foram para o Egito é lá reuniram todos os anciãos (mais velhos) dos filhos de Israel e Arão falou todas as palavras que o Senhor disse a Moisés e fez os sinais.

Depois disso eles chegaram à presença de Faraó, não fazendo aquilo que os seus corações ordenavam, seus desejos, suas vontades, mas eles foram com sinais do Senhor, instruídos pelo Senhor. Ele não falou nada que ele pensava, mas tudo o que Deus mandou que fosse dito a Faraó.

Faraó não crê no Senhor e diz que não conhece nenhum Deus de Israel e tão pouco deixaria o povo ir. E mandou que não lhes dessem mais palha para fazer tijolos, mas eles teriam que pegá-las, ou seja, Faraó aumentou o trabalho do povo.

Deus permitiu que Faraó afligisse o povo para que este visse a maldade do homem sem Deus, queria mostrar-lhes que só o Senhor é Deus e ensiná-los a não murmurar, mas confiar nele. Assim também Deus quer que em todos os momentos nós confiemos nele.

PRIMEIRO SINAL – Moisés joga a vara no chão e ela se transforma em serpente. Moisés pega a serpente pela cauda e ela se transforma em vara. Deus estava mostrando que havia um juízo de Deus para Faraó, seu juízo era de morte. E quando Moisés pega a cauda da serpente, ela se transforma em vara. Fala da direção do Senhor para aqueles que crêem e que os leva à vida, como podemos nos lembrar dos sinais que o Senhor operou usando aquele cajado nas mãos de Moisés, lá na frente, trazendo as pragas, abrindo o Mar Vermelho para salvar o povo do exército de Faraó, tocando na rocha para sair água e matar a sede do povo no deserto.

Os magos também fizeram os mesmos sinais, porque o inimigo tem o seu governo no mundo e quer levar à morte Os que vivem nele, mas a serpente de Moisés engole todas as outras.

Assim é o juízo de Deus: Jesus é vida eterna para os que crêem e seu juízo é de morte para aqueles que não querem a salvação. Como a primeira praga: O sangue é vida para os que crêem e morte para os que rejeitam a salvação.

Mesmo vendo o sinal Faraó não creu e Deus manda as dez pragas e na décima praga Faraó deixa o povo ir.

Os filhos de Israel saem, não de mãos vazias, mas como Deus havia prometido, levando os seus pertences: levaram a sua massa para fazer o pão e as suas amassadeiras, seu gado, vasos de prata e vasos de ouro, vestidos, etc.

“E o Senhor deu graça ao povo aos olhos dos egípcios …” Êx12:36.

NÃO TEMER e FICAR FIRME

 Hb 11:27- Pela fé DEIXOU o Egito, NÃO TEMENDO a ira do rei; porque FICOU FIRME, como vendo o invisível.

 Pela fé deixou o Egito mais uma vez e nunca mais veria o rosto de Faraó porque creu naquilo que ele não viu, creu nas promessas de Deus.

Não temeu Faraó, apresentou-se diante dele com os sinais do Senhor, não foi ouvido, desde os primeiros sinais, mas ficou firme em seu objetivo: Libertar o povo de Deus e levá-lo à terra prometida.

Quando deixou o Egito pela última vez ouviu ameaça de morte de Faraó contra Moisés: “Quando vires o meu rosto, certamente morrerás”. Êx 7.

Vivemos, como servos do Senhor, num mundo cheio de ameaças. Ameaças e perseguições tais como ser chamados de cafona, quadrado, antiquado, fanático por igreja, etc. Não precisamos temer, porque a nossa vitória vem do Senhor.

Tudo o que Moisés deixou era visível: as riquezas, o poder …  Moisés viu o invisível, as promessas de Deus e ficou firme.

Recusou o material, o visível e o passageiro, mas em compensação pode ver o espiritual, o invisível e o eterno.

 Sua resposta à ameaça de Faraó foi: “Bem disseste, eu nunca mais verei o teu rosto”.

Essa é também a resposta que o Senhor quer que seus servos fiéis dêem a este mundo, pois isto os fará permanecer firmes até o fim, quando o Senhor Jesus voltar.

A Palavra, em Dt 34:7, diz: “Era Moisés da idade de cento e vinte anos quando morreu; os seus olhos nunca se escureceram, nem perdeu o seu vigor.”

Ele sofreu com o povo durante toda a sua vida, mas teve muitas vitórias, pois viu a glória do Senhor, ouviu a voz de Deus, conduziu o povo pelo deserto até a entrada da terra e descansou nos braços do Senhor. Tudo porque tomou uma posiçao definida diante de Deus:

 1ª – RECUSAR

2ª – ESCOLHER

3ª – DEIXAR

4ª – NÃO TEMER

5ª – FICAR FIRME

 “Mas, como está escrito: As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu, e não subiram ao coração do homem, são as que Deus preparou para os que o amam.” 1 Co 2:9.

Sugestão de pergunta para crianças, intermediários e adolescentes 07/08/2011

PERGUNTA PARA CRIANÇAS E INTERMEDIÁRIOS – 07/agosto/11
– ASSUNTO: AS CINCO ATITUDES DE MOISÉS
– TEXTO FUNDAMENTAL: HEBREUS 11:24-27

1.QUAL O PRIMEIRO SINAL DADO POR DEUS A MOISÉS QUANDO ELE VOLTOU AO EGITO?

RESPOSTA: ÊXODO 7:10 – ELE JOGOU A VARA E ESTA SE TRANSFORMOU EM SERPENTE.

 PERGUNTA PARA ADOLESCENTES – 07-agosto-11
– ASSUNTO: AS CINCO ATITUDES DE MOISÉS
– TEXTO FUNDAMENTAL: HEBREUS 11:24-27

 1. EM QUE MOMENTO NA VIDA DE MOISÉS SE CUMPRIRAM AS PALAVRAS DE HEBREUS 11:27: “…PORQUE FICOU FIRME, COMO VENDO O INVISIVEL”   

 RESPOSTA: DEUTERONÔMIO 34:7 – “ERA MOISÉS DA IDADE DE CENTO E VINTE ANOS QUANDO MORREU; OS SEUS OLHOS NUNCA SE ESCURECERAM, NEM PERDEU O SEU VIGOR.”

Comentário Reunião de Senhoras

PERGUNTA PARA SENHORAS E CULTO NO LAR – 27/JULHO/2011

            – ASSUNTO: A ORAÇÃO DO SENHOR JESUS

            – TEXTO FUNDAMENTAL: JOÃO CAP.17

  1. NO CAPÍTULO 16 DE JOÃO, IDENTIFICAMOS AS SEGUINTES CARACTERÍSTICAS DO SACERDÓCIO DO SENHOR JESUS:

            – SACERDÓCIO ETERNO     – JOÃO 16:16,28

            – ENVIO DO CONSOLADOR – JOÃO 16:7

É POSSÍVEL IDENTIFICAR AS MESMAS CARACTERÍSTICAS NO CAPÍTULO 17?

RESPOSTA: SIM, É POSSIVEL

 

INTRODUCAO:

A oração do Senhor Jesus pelos seus discípulos no capítulo 17 de Joao é um pedido que ele faz ao Pai em favor não só dos discípulos que estavam ali com ele, mas também em favor de sua igreja ao longo de toda a existência dela.

Tudo aquilo que Jesus prometeu aos discípulos nos capítulos 14 a 16, quanto àquilo que o Espirito Santo iria realizar na vida deles quando Ele O enviasse, agora na sua oração por eles Jesus pede ao Pai que tudo seja cumprido.

(DESENVOLVIMENTO DO ASSUNTO):

CARACTERÍSTICAS DO SACERDÓCIO DO SENHOR JESUS

– JOAO CAP.16

– SACERDÓCIO ETERNO     – JOÃO 16:16,28

 (VS.16) – “Um pouco, e não me vereis; e outra vez um pouco, e ver-me-eis, porquanto vou para o Pai.”.

(VS 28) “Saí do Pai e vim ao mundo; outra vez, deixo o mundo e vou para o Pai.”.

O sacerdócio do Senhor Jesus é eterno, porque ele foi para o Pai, onde está assentado à direita do Pai e, pelo Seu Espírito Santo, intercede por nós. Estava na glória do Pai, antes que o mundo fosse criado, participou da criação do mundo como “o verbo que estava com Deus no principio”. Agora veio ao mundo para garantir aos seus discípulos e à sua igreja que voltará para a glória do Pai novamente para nos aguardar lá “na casa do Pai”, até ao dia em que virá nas nuvens para nos buscar.

IDENTIFICAÇÃO DAS MESMAS CARACTERÍSTICAS DO SACERDÓCIO DO SENHOR JESUS NO CAPITULO 17

– JOAO CAP.17

– SACERDÓCIO ETERNO  – JOÃO 17:3 e 5

(VS.3) – “E a vida eterna é esta: que conheçam a ti só por único Deus verdadeiro e a Jesus Cristo, a quem enviaste”.

(VS.5) – “E, agora, glorifica-me tu, ó Pai, junto de ti mesmo, com aquela glória que tinha contigo antes que o mundo existisse”.

O Senhor agora no capitulo 17, intercede por nós junto ao Pai, para que o sacerdócio exercido pela igreja, que é o direito que ele nos deu de ir ao Pai em nome de Jesus, leve a igreja a alcançar a vida eterna cada vez que ela exerce esse sacerdócio.

Conhecer o Pai, como único e verdadeiro Deus e a Jesus Cristo como o enviado do Pai, é que garante à igreja o exercício de um sacerdócio eterno em Jesus. E esse conhecimento do Pai e do Filho é dado à igreja pelo Espírito Santo.

Tudo o que pedimos ao Pai em nome de Jesus, é visando alcançar aquilo que é eterno.

Ao pedir ao Pai para ser glorificado pelo Pai, junto dEle mesmo, Jesus exerce um sacerdócio eterno, porque a glória que possuía junto do Pai antes que o mundo existisse é a glória eterna, que é de eternidade a eternidade. Esta glória eterna é a vida eterna que temos em Jesus ao conhecê-lo como único enviado pelo Deus verdadeiro.

CARACTERÍSTICAS DO SACERDÓCIO DO SENHOR JESUS

– JOAO CAP.16

– O ENVIO DO CONSOLADOR – JOÃO 16:7

(Vs 7) – “Todavia, digo-vos a verdade: que vos convém que eu vá, porque, se eu não for, o Consolador não virá a vós; mas, se eu for, enviar-vo-lo-ei.

Jesus foi o único que pode “enviar o Consolador”, pois foi Jesus quem derramou o seu sangue na cruz. O sangue de Jesus representa a vida que ele trouxe para nós da eternidade e essa vida a igreja tomou posse dela quando da descida do Espirito Santo no Pentecoste.

IDENTIFICAÇÃO DAS MESMAS CARACTERÍSTICAS DO SACERDÓCIO DO SENHOR JESUS NO CAPITULO 17

– JOAO CAP.17

 – O ENVIO DO CONSOLADOR – JOÃO 17:13 e 17

 (VS.13) – “Mas, agora, vou para ti e digo isto no mundo, para que tenham a minha alegria completa em si mesmos.”.

A expressão “vou para ti” era a confirmação do Senhor Jesus de que sua ida para o Pai é que iria garantir para a igreja o envio do Consolador. Jesus reafirma na oração ao Pai que falava isso aos seus discípulos estando ainda com eles no mundo. A maior alegria da igreja que está ainda neste mundo é a certeza de ter hoje, com ela, o consolo do Espirito Santo enviado pelo Senhor Jesus. É o Espirito Santo que completa a alegria da igreja neste mundo, quando a leva a orar ao Pai em nome de Jesus e essa alegria se completa nos resultados desse sacerdócio exercido pela igreja.

Estudos para crianças, intermediários e adolescentes

IGREJA CRISTÃ MARANATA – PRESBITÉRIO ESPÍRITO SANTENSE

ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL – 31.07.2011

ASSUNTO: AS CINCO ATITUDES DE MOISÉS

TEXTO FUNDAMENTAL: Hebreus 11: 24-27

TEXTOS DO DESENVOLVIMENTO DA AULA: Êx 2:16-23/ Êx 3

2ª AULA PARA CRIANÇAS E INTERMEDIÁRIOS

Hb 11:25 – “ESCOLHENDO antes ser maltratado com o povo de Deus do que por um pouco de tempo ter o gozo do pecado”;

Hb 11:26 – “Tendo por maiores riquezas o vitupério de Cristo do que os tesouros do Egito; porque tinha em vista a recompensa”.

Hb 11:27 – “Pela fé DEIXOU o Egito…”

INTRODUÇÃO

Na semana passada nós iniciamos o estudo sobre “As cinco atitudes de Moisés”, com o objetivo de levar as classes a se resguardarem da mentalidade do mundo, tendo em vista a recompensa da vida eterna com o Senhor Jesus.

Nesta semana continuaremos o assunto com o mesmo objetivo e falaremos da segunda e da terceira atitudes de Moisés, que são “escolher” e “deixar”.

Sabemos que Deus nos deu o livre arbítrio para fazermos a nossa escolha entre o certo e o errado, porém não nos deixou à mercê do pecado, antes todos os dias nos tem ensinado o caminho certo através da sua Palavra.

DESENVOLVIMENTO

Textos: Êxodo 2:16-22

2ª ATITUDE – ESCOLHER

Moisés tinha ido embora do Egito. Caminhou pelo deserto sozinho. E caminhar pelo deserto não é fácil, pois o calor é intenso, a falta de água, o vento frio da noite. Moisés já enfrentava as suas primeiras lutas quando deixou a confortável vida no Egito. Mas ele não desistiu, continuou a sua caminhada até que chega à terra de Mídiã e assenta-se junto a um poço.

Em Midiã morava um Sacerdote chamado Reuel (Jetro), que tinha sete filhas. Indo elas tirar água exatamente no poço onde Moisés estava, vieram os pastores e expulsaram-nas dali (Êx 2:17). Moisés se levantou, defendeu-as e deu água ao rebanho.

Há muitas oposições no mundo para impedir-nos de tirar “a água do poço”, ou seja, de recebermos as bênçãos e direção do Espírito Santo.

As moças, voltando para casa, conta para o seu pai o que tinha acontecido.

“E elas disseram: Um homem egípcio nos livrou da mão dos pastores, e também nos tirou água em abundância, e abeberou o rebanho.” Êx 2:19.

Um homem egípcio? Por que as filhas de Reuel chamam Moisés de Egípcio? Ele era hebreu!

Sabe por quê? Moisés estava vestido com roupas egípcias, suas características eram de um homem egípcio e por isso foi confundido.

Os egípcios adoravam um homem, faraó, que era considerado deus deles. No Egito tinha também muitos outros deuses e eles tinham a sua maneira de viver cheia de pecados.

No mundo também é assim. O inimigo vive enganando as pessoas dizendo que elas mesmas podem mudar a natureza que Deus fez: Mudam os casamentos, mudam as famílias, homens querem ser mulheres e mulheres querem ser homens (“Não tendes lido que aquele que os fez no princípio macho e fêmea os fez, …?” – Mateus 19:4), fazem somente o que lhes dá prazer. Isso é bom para a nossa vida? Não, porque nós temos compromissos a cumprir: com Deus, com as pessoas, com a vida. Nós temos limites nas nossas ações.

Reuel mandou chamar Moisés e convidou-o para morar com eles.

Ali Moisés, de príncipe do Egito, passou a ser pastor de ovelhas. Casou-se com uma das filhas de Reuel, Zípora, e teve um filho chamado Gerson “porque disse: peregrino fui em terra estranha”. Êx 2:22.

Agora Moisés não tinha mais aparência de um egípcio. Ele se vestia e se comportava como um hebreu. Ele estava morando com uma família parecida com a que ele foi criado: sua mãe, pai e irmãos, antes de desmamar e que conheciam o Senhor Deus. Não seria mais confundido com um egípcio.

Hb 11:25- “ESCOLHENDO antes ser maltratado com o povo de Deus do que por um pouco de tempo ter o gozo do pecado;”

Moisés fez a sua escolha.

A escolha que fazemos mostra aquilo que realmente somos e aquilo que queremos. Ela não pode ser imposta, tem que ser voluntária e espontânea.

Moisés escolheu deixar as suas riquezas passageiras no Egito e ver o povo levando chicotadas porque seria por pouco tempo.

Os maus tratos com o povo de Deus são passageiros, pois o Senhor nos garante logo a vitória, quando morremos com Cristo e podemos ter garantido o gozo eterno da alma, mas os sofrimentos do gozo do pecado são eternos e só asseguram a morte, pois morrer sem Cristo é tormento eterno para a alma.

Paulo disse:

“… Se morrermos com ele, também com ele viveremos;” .

“Se sofrermos com Ele, com ele reinaremos; se o negarmos, também ele nos negará;” 2 Tm 2:12.

3ª ATITUDE – DEIXAR

v. 27- “Pela fé DEIXOU o Egito …”

DEIXAR – Essa atitude de Moisés, deixar o Egito, foi uma recusa ao mundo, ao pecado, às riquezas e glórias passageiras, porque se Moisés permanecesse no Egito, ele seria morto (Êx 2:15).

Há uma sentença de morte no mundo contra o servo do Senhor, que, se ele não deixar as coisas do mundo, certamente morrerá.

Também foi isso que o Senhor Jesus recusou e deixou, quando o mundo e sua glória lhe foram oferecidos. Em lugar de alegrias passageiras, ele viu tristezas eternas, dores, discórdias, guerras em lugar de paz, trevas em lugar de luz e assim por diante.

Deixar o Egito é descomprometer-se totalmente com tudo o que existe lá, é desligar-se de todo o envolvimento com o Egito.

Paulo falou:

“Mas longe esteja de mim gloriar-me, a não ser na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo, pela qual o mundo está crucificado para mim e eu para o mundo”. Gl 6:14.

IGREJA CRISTÃ MARANATA – PRESBITÉRIO ESPÍRITO SANTENSE

ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL – 31.07.2011

ASSUNTO: AS CINCO ATITUDES DE MOISÉS

TEXTO FUNDAMENTAL: Hb 11: 24–27

TEXTOS DO DESENVOLVIMENTO DA AULA: Êx 2:16-23 / Êx 3

2ª AULA PARA ADOLESCENTES

Hb. v. 25- “ESCOLHENDO antes ser maltratado com o povo de Deus do que por um pouco de tempo ter o gozo do pecado;”

Hb. v. 26- “Tendo por maiores riquezas o vitupério de Cristo do que os tesouros do Egito; porque tinha em vista a recompensa.”

Hb v. 27- “Pela fé DEIXOU o Egito …”

INTRODUÇÃO

Na semana passada nós iniciamos o estudo sobre “As Cinco atitudes de Moisés”, com o objetivo de levar as classes a se resguardarem da mentalidade do mundo, tendo em vista a recompensa da vida eterna com o Senhor Jesus.

Nesta semana continuaremos o assunto com o mesmo objetivo e falaremos da segunda e da terceira atitudes de Moisés, que são “escolher” e “deixar”.

Sabemos que Deus nos deu o livre arbítrio para fazermos a nossa escolha entre o certo e o errado, porém não nos deixou à mercê do pecado, antes todos os dias nos tem ensinado o caminho certo através da sua Palavra.

DESENVOLVIMENTO

Textos: Êxodo 2: 16-22.

Moisés tinha ido embora do Egito. Caminhou pelo deserto sozinho. E caminhar pelo deserto não é fácil, pois o calor é intenso, a falta de água, o vento frio da noite. Moisés já enfrentava as suas primeiras lutas quando deixou a confortável vida no Egito. Mas ele não desistiu, continuou a sua caminhada até que chega à terra de Mídia e assenta-se junto a um poço.

Em Midiã morava um Sacerdote chamado Reuel (Jetro), que tinha sete filhas. Indo elas tirar água exatamente no poço onde Moisés estava, vieram os pastores e expulsaram-nas dali (Êx 2:17). Moisés se levantou, defendeu-as e deu água ao rebanho.

Há muitas oposições no mundo para impedir-nos de tirar “a água do poço”, ou seja, de recebermos as bênçãos e direção do Espírito Santo.

As moças, voltando para casa, contam para o seu pai o que tinha acontecido.

“E elas disseram: Um homem egípcio nos livrou da mão dos pastores, e também nos tirou água em abundância, e abeberou o rebanho.” Êx 2:19.

Um homem egípcio? Por que as filhas de Reuel chamam Moisés de Egípcio? Ele era hebreu!

Sabe por quê? Moisés estava vestido com roupas egípcias, suas características eram de um homem egípcio e por isto foi confundido.

Os egípcios adoravam um homem, faraó que era considerado deus deles. No Egito tinha também muitos outros deuses e eles tinham a sua maneira de viver cheia de pecados.

No mundo também é assim. O inimigo vive enganando as pessoas, dizendo que elas mesmas podem mudar a natureza que Deus fez: mudam os casamentos, mudam as famílias e querem fazer somente o que lhes dá prazer. Isso é bom para a nossa vida? Não, porque nós temos compromissos a cumprir: com Deus, com as pessoas, com a vida. Nós temos limites.

“Não tendes lido que aquele que os fez no princípio macho e fêmea os fez …?” – Mateus 19:4.

Reuel mandou chamar Moisés e convidou-o para morar com eles.

Ali Moisés, de príncipe do Egito, passou a ser pastor de ovelhas. Casou-se com uma das filhas de Reuel, Zípora e teve um filho chamado Gerson “porque disse: Peregrino fui em terra estranha”. Êx 2:22

O POVO NO EGITO

Enquanto Moisés vivia com sua família em Midiã, lá no Egito os filhos de Israel sofriam com a dura servidão, duro trabalho.

“E aconteceu, depois de muitos dias, que morrendo o rei do Egito, os filhos de Israel suspiraram por causa da servidão, e clamaram; e o seu clamor subiu a Deus por causa de sua servidão”. Êx 2:23.

E Deus se lembrou do concerto, da promessa que tinha feito a Abraão, Isaque e Jacó, porque estava ouvindo o gemido do povo. Deus nunca se esquece da sua promessa. Ele é um Deus misericordioso, amoroso, mas também não força ninguém a servi-lo.

O povo clamou e Deus veio socorrê-lo. Mas não podia ser como mágica, como o mundo gosta, como os enganos do mundo: resolver os seus problemas na hora, sem dar valor à alma, à comunhão com Deus. Resolvidos os problemas voltam a cometer os mesmos erros e trazer piores dificuldades para a sua vida. Não! Tinha que ser um processo de salvação. Um aprendizado. Deus iria mostrar o seu poder, o povo iria aprender que não servimos a Ele à nossa vontade. Era preciso uma troca junto com uma escolha constante: “O Senhor nos livra e nós escolhemos servi-lo”. Era preciso humildade, porque uma das atitudes do homem que o fez perder a salvação no Éden foi a vaidade de querer ser como Deus.

DEUS FALA COM MOISÉS DA SARÇA ARDENTE

“E apascentava Moisés, apascentando o rebanho de Jetro, seu sogro, sacerdote de Midiã; e levou o rebanho atrás do deserto e veio ao monte de Deus, a Horebe. E apareceu-lhe o Anjo do Senhor em uma chama de fogo, no meio de uma sarça; e eis que a sarça ardia no fogo, e a sarça não se consumia.” Êx 3:1-2.

“E, completados quarenta anos, apareceu-lhe o anjo do Senhor no deserto do Monte Sinai, numa chama de fogo no meio de uma sarça.” Atos 7:30.

E o Senhor falou tudo para Moisés sobre o que ele tinha que fazer. Era grande a responsabilidade. Depois de anos ele teria que voltar ao Egito e falar a Faraó para libertar o povo de Deus.

Era uma tarefa de fé, de coragem, de dedicação e Moisés teria que cumpri-la e vamos ver esta parte na outra semana.

O QUE O SENHOR QUER NOS ENSINAR COM ESSA HISTÓRIA?

2ª ATITUDE: ESCOLHER

  • Hb 11:25- “ESCOLHENDO antes ser maltratado com o povo de Deus do que por um pouco de tempo ter o gozo do pecado;”

A escolha que fazemos mostra aquilo que realmente somos e aquilo que queremos. Ela não pode ser imposta, tem que ser voluntária e espontânea.

Moisés escolheu deixar as suas riquezas passageiras no Egito e ver o povo levando chicotadas porque seria por pouco tempo.

Os maus tratos com o povo de Deus são passageiros, pois o Senhor nos garante logo a vitória, quando “morremos com Cristo” e podemos ter garantido o gozo eterno da alma, mas os sofrimentos do “gozo do pecado” são eternos e só assegura a morte, pois morrer sem Cristo é tormento eterno para a alma.

Paulo disse:

“… Se morrermos com ele, também com ele viveremos; 2 Tm 2:11

“Se sofrermos com Ele, com ele reinaremos; se o negarmos, também ele nos negará; 2 Tm 2:12

  • v. 26- “Tendo por maiores riquezas o vitupério de Cristo do que os tesouros do Egito; porque tinha em vista a recompensa”.

“O vitupério de Cristo” – A palavra vitupério significa vergonha. Foi aquilo que o Senhor Jesus enfrentou para que a vergonha do nosso pecado pudesse ser coberta. Isso fala da morte de Jesus por amor a todos nós. Quando preferimos morrer com Cristo não passaremos pela vergonha eterna do pecado, mas tomamos posse do gozo da salvação e das riquezas da recompensa que vem do Senhor. Esta era a recompensa que Moisés tinha em vista.

3ª ATITUDE: DEIXAR

v. 27- “Pela fé DEIXOU o Egito …”

DEIXAR – Esta atitude de Moisés, deixar o Egito, foi uma recusa ao mundo, ao pecado, às riquezas e glórias passageiras, porque se Moisés permanecesse no Egito, ele seria morto.

Há uma sentença de morte no mundo contra o servo do Senhor, que, se ele não deixar as coisas do mundo, certamente morrerá.

Também foi isso que o Senhor Jesus recusou e deixou, quando o mundo e sua glória lhes foram oferecidos. Em lugar de alegrias passageiras, Ele viu tristezas eternas, dores, discórdias, guerras em lugar de paz, trevas em lugar de luz e assim por diante.

Deixar o Egito é descomprometer-se totalmente com tudo o que existe lá, é desligar-se de todo o envolvimento com o Egito.

Paulo falou:

“Mas longe esteja de mim gloriar-me, a não ser na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo, pela qual o mundo está crucificado para mim e eu para o mundo”. Gálatas 6:14

Perguntas da semana 25/07/2011

  PERGUNTA PARA SENHORAS E CULTO NO LAR
– ASSUNTO: A ORAÇÃO DO SENHOR JESUS
– TEXTO FUNDAMENTAL: JOÃO CAP.17

  1. NO CAPÍTULO 16 DE JOÃO, IDENTIFICAMOS AS SEGUINTES CARACTERÍSTICAS DO SACERDÓCIO DO SENHOR JESUS:
– SACERDÓCIO ETERNO – JOÃO 16:16,28
– ENVIO DO CONSOLADOR – JOÃO 16:7

É POSSÍVEL IDENTIFICAR AS MESMAS CARACTERÍSTICAS NO CAPÍTULO 17?

  PERGUNTA PARA JOVENS E OBREIROS
– ASSUNTO: A ORAÇÃO DO SENHOR JESUS
– TEXTO FUNDAMENTAL: JOÃO CAP.17

  1. NO ESTUDO ANTERIOR, IDENTIFICAMOS AS SEGUINTES CARACTERÍSTICAS DO SACERDÓCIO DO SENHOR JESUS:
– COM JURAMENTO  – JOÃO 16:7
– ESTÁ À DIREITA DE DEUS E INTERCEDE   POR NÓS  – ROMANOS 8:34

É POSSÍVEL IDENTIFICAR AS MESMAS CARACTERÍSTICAS NO CAPÍTULO 17?

  PERGUNTA PARA ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL
– ASSUNTO: A ORAÇÃO DO SENHOR JESUS
– TEXTO FUNDAMENTAL: JOÃO CAP.17

  1. NOS TEXTOS ABAIXO, IDENTIFICAMOS AS SEGUINTES CARACTERÍSTICAS DO SACERDÓCIO DO SENHOR JESUS:
– ADVOGA A NOSSA CAUSA  – I JOÃO 2:1
– ÚNICO SUMO SACERDOTE  – HEBREUS 4:14

É POSSÍVEL IDENTIFICAR AS MESMAS CARACTERÍSTICAS NO CAPÍTULO 17?

  PERGUNTA PARA CRIANÇAS E INTERMEDIÁRIOS
– ASSUNTO: AS CINCO ATITUDES DE MOISÉS
– TEXTO FUNDAMENTAL: ÊXODO 2:15-22

  1.POR QUE AS FILHAS DE JETRO (REUEL) DISSERAM QUE MOISÉS ERA UM EGÍPCIO?
RESPOSTA: ÊXODO 2:19 POR QUE ELE HAVIA ACABADO DE CHEGAR DO EGITO.

  PERGUNTA PARA ADOLESCENTES
– ASSUNTO: AS CINCO ATITUDES DE MOISÉS
– TEXTO FUNDAMENTAL: HEBREUS 11:24-27

  1. PARA NÓS HOJE, QUAL A LIÇÃO QUE CONTÉM  A EXPRESSÃO DE HEBREUS 11:25: “ESCOLHENDO ANTES SER MALTRATADO COM O POVO DE DEUS…”    
RESPOSTA: II TIMÓTEO 2:11 “…SE MORRERMOS COM ELE, TAMBÉM COM ELE VIVEREMOS;”

  AVISOS

  1. A SUGESTÃO DE ESTUDOS PARA CRIANÇAS, INTERMEDIÁRIOS E ADOLESCENTES PARA A PRIMEIRA SEMANA DO MÊS DE AGOSTO SERÁ PUBLICADA NO SITE.

2. A PARTIR DESTA SEMANA, SERÁ PUBLICADO NO SITE ÀS QUARTAS-FEIRAS PELA MANHÃ, UM COMENTÁRIO SOBRE O ASSUNTO DA TRANSMISSÃO DA REUNIÃO DE SENHORAS E CULTO NO LAR.

Estudo para CIAS – 24/07/2011

IGREJA CRISTÃ MARANATA – PRESBITÉRIO ESPÍRITO SANTENSE

 

ASSUNTO: AS 5 ATITUDES DE MOISÉS

TEXTO FUNDAMENTAL: Êxodo 10:28 e 29

 

AULA PARA AS CRIANÇAS E INTERMEDIÁRIOS

1ª Aula

Introdução

Nos estudos sobre santificação na vida do servo pudemos conhecer as maneiras que o inimigo usa para se opor a Deus: magos, duendes, “Halloween”, filmes violentos, festas com comidas típicas, danças, músicas, mau uso de internet e tantas outras coisas para atrair as pessoas para o adorarem.

Muitos sinais e maravilhas Deus operou através da fidelidade na vida de Moisés. Um deles: Ouvir a voz de Deus falando com ele.

Ele alcançou um grande projeto de Deus, que ficou marcado na história até hoje: Tirar o povo de Israel do cativeiro do Egito e levá-lo para uma terra que Deus havia ordenado.

Agora vamos saber como Moisés nunca mais voltou ao Egito.

Nós já conhecemos a história de Moisés (ref. capítulos 1, 2, 3 de Êxodo). Sabemos que, quando ele nasceu, havia uma sentença de morte sobre todos os meninos. Sua mãe o escondeu por três meses e quando não podia escondê-lo mais, fez um cestinho, betumou-o   por dentro e por fora e colocou Moisés entre os juncos dentro do rio. Mas vocês pensam que ela o abandonou? Não! Pediu para a irmã de Moisés, Mirian, ir seguindo o cestinho, vigiando em todo o tempo.

Que lição Deus quer nos ensinar?

Há lições importantes nesta aula:

Por três meses a mãe de Moisés o escondeu, mas quando não pôde escondê-lo mais, o colocou no rio em um cesto betumado por dentro e por fora.

Este tempo representa para nós, hoje, o tempo de vocês crianças, adolescentes e jovens. Hoje há uma mãe, a igreja, que ora, que jejua por vocês; há os ensinamentos na Escola Dominical todos os domingos; os cultos onde vocês escutam a Palavra, cantam louvores, aprendem a orar, a glorificar ao Senhor.

Deus tinha um plano para Moisés por isso guardou a sua vida.

Sabe quem achou o menino? A filha de Faraó.

Ela desceu para tomar banho no rio e viu aquele cestinho e pediu que a sua criada o pegasse para ela. E quando o abriu viu um menino que chorava. Reconheceu que era um bebê dos hebreus. Mirian, sem falar que aquele bebê era seu irmão, logo se ofereceu para encontrar uma ama que cuidasse do bebê até que ele desmamasse. A princesa concordou e Mirian chamou a sua mãe, Joquebede, para cuidar do seu próprio filho. Que alegria para aquela mãe!

Moisés então aprendeu as primeiras lições com a sua mãe, que lhe ensinou a ser um hebreu. Quando ele cresceu foi levado para a filha de Faraó, que o adotou e deu o nome para ele: Moisés – porque das águas foi tirado.

Estudou, aprendeu as letras e as ciências do Egito, mas quando ficou adulto saiu para ver os hebreus trabalhando em duras cargas e viu quando um egípcio feria um de seus irmãos hebreus. Ele defendeu o hebreu e isto não foi bom para ele. Faraó ficou sabendo e procurou matá-lo. Fugindo para a terra de Midiã, lá teve uma experiência com Deus.

Deus falou para ele voltar, porque queria tirar o seu povo do Egito. Não foi fácil para Moisés voltar ao Egito, mas ele obedeceu, creu, e muitos sinais de maravilhas, lembrados até hoje, Deus operou na vida de Moisés.

Já estudamos alguns sinais, que foram as 10 pragas.

Vocês se lembram da praga das trevas? Havia uma escuridão total. Só nas casas dos hebreus havia luz. Foi naquele momento que Faraó disse para Moisés:

E disse-lhe Faraó: Vai-te de mim, guarda-te que não mais vejas o meu rosto; porque no dia em que vires o meu rosto, morrerás.” E Moisés lhe responde: “Bem disseste; eu nunca mais verei o teu rosto.” Ex 10:28, 29.

Faraó queria dizer para Moisés: “Nunca mais chegue perto de mim, porque no dia em que chegar e olhar para mim você morrerá”.

E Moisés respondeu a Faraó: “Você falou certinho. Eu nunca mais verei o teu rosto, eu nunca mais volto ao Egito”.

  • Eu nunca mais volto para o mundo: voltar o pensamento para desejar as coisas do mundo – Moisés recusou o mundo.
  • Eu nunca mais quero as coisas do mundo: Falar mal das pessoas, brigar, desobedecer aos pais e professores; não querer estudar, não querer ir à escola, não querer ir à igreja.

Assim como o Senhor falou com Moisés Ele fala com a gente:

“Portanto desci para livrá-lo da mão dos egípcios, e para fazê-lo subir daquela terra, a uma terra boa e larga, a uma terra que mana leite e mel;” Ex 3:8.

Essa é a Terra Prometida que Deus preparou para o Seu povo.

AULA PARA OS ADOLESCENTES
TEXTOS FUNDAMENTAIS: Hebreus 11: 24–27/ Êxodo 10:28 e 29

1ª Aula

Introdução

Nos estudos sobre santificação na vida do servo pudemos conhecer as maneiras que o inimigo usa para se opor a Deus: Magos, duendes, “Halloween”, filmes violentos, festas com comidas típicas, danças, músicas, mau uso de internet e tantas outras coisas para atrair as pessoas para o adorarem.

Muitos sinais e maravilhas Deus operou, através da fidelidade na vida de Moisés. Um deles: Ouvir a voz de Deus falando com ele.

Ele alcançou um grande projeto de Deus, que ficou marcado na história até hoje: Tirar o povo de Israel do cativeiro do Egito e levá-lo para uma terra que Deus havia ordenado.

Agora teremos três aulas para conhecermos as 5 atitudes que levaram Moisés a essa vitória e que nos ensinarão a sermos vitoriosos diante dos nossos inimigos.

As Cinco Atitudes de Moisés são:

HEBREUS 11:24–27

v. 24- Pela fé Moisés, sendo já grande, RECUSOU ser chamado filho da filha de Faraó,

v. 25- ESCOLHENDO antes ser maltratado com o povo de Deus do que por um pouco de tempo ter o gozo do pecado;

v. 26- Tendo por maiores riquezas o vitupério de Cristo do que os tesouros do Egito; porque tinha em vista a recompensa.

v. 27- Pela fé DEIXOU o Egito, NÃO TEMENDO a ira do rei; porque FICOU FIRME, como vendo o invisível.

Nesta PRIMEIRA AULA vamos estudar a primeira atitude de Moisés:

v. 24- Pela fé Moisés, sendo já grande, RECUSOU ser chamado filho da filha de Faraó.

Nós já conhecemos a história de Moisés. Sabemos que, quando ele nasceu, havia uma sentença de morte sobre todos os meninos. Sua mãe o escondeu por três meses e quando não podia escondê-lo mais, fez um cestinho e betumou-o por dentro e por fora e colocou Moisés entre os juncos dentro do rio. Mas vocês pensam que ela o abandonou? Não! Pediu para a irmã de Moisés, Mirian ir seguindo o cestinho vigiando em todo o tempo.

Deus tinha um plano na vida de Moisés, por isso guardou a sua vida.

Sabe quem achou aquele cestinho? A filha de Faraó. Ela desceu para tomar banho no rio e viu aquele cestinho e pediu que a sua criada o pegasse para ela. E quando o abriu viu um menino que chorava. Reconheceu que era um bebê dos hebreus. Mirian, sem falar que aquele bebê era seu irmão, logo se ofereceu para encontrar uma ama que cuidasse do bebê até que ele desmamasse. A princesa concordou e Mirian chamou a sua mãe, Joquebede, para cuidar do seu próprio filho. Que alegria para aquela mãe!

Moisés, então aprendeu as primeiras lições com a sua mãe, que lhe ensinou a ser um hebreu. Quando ele cresceu, foi levado para a filha de Faraó, que o adotou e deu o nome para ele: Moisés – porque das águas foi tirado.

Estudou, aprendeu as letras e as ciências do Egito, mas quando ficou adulto saiu para ver os hebreus trabalhando em duras cargas e viu quando um egípcio feria um de seus irmãos hebreus. Ele defendeu o hebreu e isto não foi bom para ele. Faraó ficou sabendo e procurou matá-lo. Fugindo para a terra de Midiã, lá teve uma experiência com Deus.

Deus falou para ele voltar, porque queria tirar o seu povo do Egito. Não foi fácil para Moisés voltar ao Egito, mas ele obedeceu, creu, e muitos sinais de maravilhas, lembrados até hoje, Deus operou na vida de Moisés.

Já estudamos alguns sinais, que foram as 10 pragas.

Vocês se lembram da praga das trevas? Havia uma escuridão total. Só nas casas dos hebreus havia luz. Foi neste momento que Faraó disse para Moisés:

E disse-lhe Faraó: Vai-te de mim, guarda-te que não mais vejas o meu rosto; porque no dia em que vires o meu rosto, morrerás.” E Moisés lhe responde: “Bem disseste; eu nunca mais verei o teu rosto.” Ex 10:28, 29.

Agora vamos ver uma coisa interessante:

  • Por três meses a mãe de Moisés o escondeu, mas quando não pôde escondê-lo mais, o colocou no rio em um cesto betumado por dentro e por fora.

Esse tempo representa para nós, hoje, o tempo de vocês, crianças, adolescentes e jovens. Hoje há uma mãe, a igreja, que ora, que jejua por vocês; há os ensinamentos na Escola Dominical todos os domingos; os cultos onde vocês escutam a Palavra, cantam louvores, aprendem a orar, a glorificar ao Senhor.

  • Por três vezes Moisés recebe uma sentença de morte e Deus o livra:

1-     Quando nasceu – “Então ordenou Faraó a todo o seu povo, dizendo: A todos os filhos que nascerem lançareis no rio, mas a todas as filhas guardareis com vida”. Ex 1: 22;

2-     Quando deixou o Egito – “Ouvindo, pois, Faraó este caso, procurou matar a Moisés.” Ex 2:15;

3-     Quando estava prestes a deixar o Egito para sempre – “… No dia em que vires o meu rosto, morrerás.” Ex 10:28.

Em todas as vezes Deus livrou Moisés da morte, porque ele recusou ser chamado filho da filha de Faraó. Moisés recusou porque fez uma comparação de valores. O que comparou? O tesouros do mundo, os banquetes (muita comida, bebida, festas). Tinha tudo nas mãos para conquistar o mundo. Talvez fosse um dos prováveis substitutos de Faraó. Como recusar isso tudo? Ele recusou porque entendeu que os valores deste mundo são passageiros e que os valores do reino de Deus são eternos.

O mundo está sempre comemorando, atraindo as pessoas com suas festas, comidas típicas, danças em volta da fogueira, grandes eventos, grandes produções de filmes, curas, óleos santos, shows góspel, para atrair os jovens e os adolescentes.

O que a Palavra nos fala sobre o reino de Deus?

Em Romanos 14:17 há uma definição sobre as características do reino de Deus:

“Porque o reino de Deus não é comida nem bebida, mas justiça, e paz, e alegria no Espírito Santo”.

Justiça – porque um justo, Jesus, morreu por nós e lavados no sangue de Jesus nos tornamos sacerdotes de Deus. E depois dessa morte de cruz, Deus nos ouve sempre que pedimos a ele em nome de Jesus.

Paz – porque há um povo que não vive egoísticamente, mas vive para um bem comum, porque somos igreja Corpo de Cristo.

Alegria – É o Espírito Santo que nos dirige, nos consola, nos ensina, nos coloca no caminho em todos os momentos.

Nossa resposta para o mundo é: “Bem disseste; eu nunca mais verei o teu rosto.”, porque recusamos o mundo para vivermos uma vida eterna com Jesus.

Perguntas da semana 18/07/2011

PERGUNTA PARA SENHORAS E CULTO NO LAR
– ASSUNTO: ATRIBUTOS DO SENHOR JESUS
– TEXTO FUNDAMENTAL: JOÃO CAP.16

1.  É POSSÍVEL ENCONTRAR NO TEXTO ACIMA CITADO OS ATRIBUTOS DO SENHOR JESUS COMO O CAMINHO, E A VERDADE E A VIDA, CONFORME JOÃO 14:6?

PERGUNTA PARA JOVENS E OBREIROS
– ASSUNTO: SACERDÓCIO UNIVERSAL DO CRENTE
– TEXTO FUNDAMENTAL: JOÃO CAP.16

1.  DE ACORDO COM O TEXTO ACIMA, É POSSÍVEL SUBSTITUIR O SACERDÓCIO DO SENHOR JESUS E DOS CRENTES POR QUALQUER OUTRO MEIO? POR QUÊ?

PERGUNTA PARA ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL
– ASSUNTO: SACERDÓCIO UNIVERSAL DO CRENTE
– TEXTO FUNDAMENTAL: JOÃO CAP.16

1.  É POSSÍVEL ENCONTRAR NO TEXTO ACIMA CITADO, UM VERSÍCULO QUE SE REFERE, NA PRÁTICA, AO SACERDÓCIO UNIVERSAL DO CRENTE?

PERGUNTA PARA CRIANÇAS E INTERMEDIÁRIOS
– ASSUNTO: AS CINCO ATITUDES DE MOISÉS
– TEXTO FUNDAMENTAL: ÊXODO 10:28,29

1.QUAL A RESPOSTA QUE MOISÉS DEU A FARAÓ DEMONSTRANDO QUE RECUSOU O EGITO PARA SEMPRE?

 RESPOSTA:
ÊXODO 10:29 “E DISSE MOISÉS: BEM DISSESTE; EU NUNCA MAIS VEREI O TEU ROSTO.”

PERGUNTA PARA ADOLESCENTES
– ASSUNTO: AS CINCO ATITUDES DE MOISÉS
– TEXTO FUNDAMENTAL: HEBREUS 11:24-27

1. A PRIMEIRA ATITUDE MOISES, “RECUSAR SER CHAMADO FILHO DA FILHA DE FARAÓ”, NO TEXTO ACIMA, PODE SER COMPARADA COM ROMANOS 14:17?

RESPOSTA: SIM, PORQUE ATRAVÉS DESTA ATITUDE, MOISÉS RECUSA OS BANQUETES DO EGITO QUE ERAM VALORES MATERIAIS PASSAGEIROS.

Perguntas da semana – 11/07/2011

PERGUNTA PARA SENHORAS E CULTO NO LAR
– ASSUNTO: MINISTÉRIO DO SENHOR JESUS
– TEXTO FUNDAMENTAL: JOÃO CAP.16

  1. NO TEXTO ACIMA, É POSSÍVEL ENCONTRAR AS CARACTERÍSTICAS DO MINISTÉRIO DO SENHOR JESUS COMO REI, PROFETA, SACERDOTE E HOMEM?
CULTO NO LAR: ENFATIZAR O SENTIDO PRÁTICO DA CARACTERÍSTICA SACERDOTAL DO MINISTÉRIO DO SENHOR JESUS.

PERGUNTA PARA JOVENS E OBREIROS
– ASSUNTO: ATRIBUTOS DO SENHOR JESUS
– TEXTO FUNDAMENTAL: JOÃO CAP.16

  1. É POSSÍVEL ENCONTRAR NO TEXTO ACIMA CITADO OS ATRIBUTOS DO SENHOR JESUS COMO O CAMINHO, E A VERDADE E A VIDA, CONFORME JOÃO 14:6?

  PERGUNTA PARA ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL
– ASSUNTO: O ESPÍRITO SANTO
– TEXTO FUNDAMENTAL: JOÃO CAP.16

  1. EM ROMANOS 14:17 ENCONTRAMOS AS CARACTERÍSTICAS DO REINO FUNDAMENTADAS NA OPERAÇÃO DO ESPÍRITO SANTO, QUE SÃO: JUSTIÇA, PAZ E ALEGRIA.

É POSSÍVEL ENCONTRAR AS MESMAS CARACTERÍSTICAS EM JOÃO CAP.16?

  PERGUNTA PARA CRIANÇAS E INTERMEDIÁRIOS
– ASSUNTO: SANTIFICAÇÃO
– TEXTO FUNDAMENTAL: ATOS 13:6-12

  1. QUAL FOI O SINAL QUE DEUS DEU AO PROCÔNSUL SÉRGIO PAULO PARA QUE ELE CRESSE NA DOUTRINA DO SENHOR?

RESPOSTA: ATOS 13:11,12

  PERGUNTA PARA ADOLESCENTES
– ASSUNTO: SANTIFICAÇÃO
– TEXTO FUNDAMENTAL: ATOS 16:16-18

  1. POR QUE PAULO FICOU INCOMODADO AO OUVIR, POR MUITOS DIAS, UMA JOVEM ANUNCIAR QUE ELE E SILAS ERAM SERVOS DO DEUS ALTÍSSIMO?   

RESPOSTA: PORQUE A JOVEM NÃO FALAVA  PELO SENHOR, MAS PELO ESPÍRITO DE ENGANO.   
ATOS 16:16-18

Perguntas da Semana – 04/07/2011

PERGUNTA PARA JOVENS E OBREIROS
ASSUNTO: O ESPÍRITO SANTO
TEXTO FUNDAMENTAL: JOÃO CAP.16

  1.NO TEXTO ACIMA CITADO, ONDE ESTÁ O CONTEÚDO PROFÉTICO RELACIONADO AO ESPÍRITO SANTO?

PERGUNTA PARA ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL
ASSUNTO: O ESPÍRITO SANTO
TEXTO FUNDAMENTAL: JOÃO CAP.16

  NO TEXTO ACIMA CITADO, QUE SE REFERE PROFETICAMENTE AO ESPÍRITO SANTO, É POSSÍVEL IDENTIFICAR AS ATRIBUIÇÕES MENCIONADAS PELO SENHOR JESUS?

  PERGUNTA PARA CRIANÇAS E INTERMEDIÁRIOS
ASSUNTO: SANTIFICAÇÃO
TEXTO FUNDAMENTAL: I SAMUEL 15:23

POR QUE DEUS REJEITOU O REI SAUL?

RESPOSTA: PORQUE ELE DESOBEDECEU AO SENHOR.
I SAMUEL 15:23

  PERGUNTA PARA ADOLESCENTES
ASSUNTO: SANTIFICAÇÃO
TEXTO FUNDAMENTAL: MATEUS 4:1-11

COMO O SENHOR JESUS DERROTOU O ADVERSÁRIO AO SER TENTADO TRÊS VEZES POR ELE?   

RESPOSTA: O SENHOR JESUS DERROTOU O ADVERSÁRIO PELA PALAVRA  DE DEUS.
MATEUS 4:4,7,10

  AVISO

  NÃO HAVERÁ A TRANSMISSÃO DA REUNIÃO DE SENHORAS NA QUARTA-FEIRA, DIA 06/07/2011 POR SE TRATAR DA PRIMEIRA QUARTA-FEIRA DO MÊS.


Clique e ouça a Rádio Maanaim

Calendário

janeiro 2020
S T Q Q S S D
« dez    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Usuários Online

Users: Luiz Felipe Nunes, PEDROVEGGI, 27056910177905, 26 Guests, 19 Bots