Get Adobe Flash player

Palavra ao Professor de Jovens

ESTUDO BÍBLICO PARA JOVENS E OBREIROS – 27-set-2014

TEMA: DOUTRINAS BÁSICAS DA OBRA NA PRÁTICA

ASSUNTO: IGREJA, CORPO DE CRISTO.

TEXTO FUNDAMENTAL: EFÉSIOS 4.15-16

 

EM EFÉSIOS 4.16 PAULO AFIRMA QUE O CRESCIMENTO DO CORPO DE CRISTO E SUA EDIFICAÇÃO ESTÃO RELACIONADOS À “JUSTA OPERAÇÃO DE CADA PARTE”, ONDE CADA MEMBRO EXERCE SUA FUNÇÃO CONSCIENTE DE QUE ESTÁ LIGADO AO CORPO.

 

IDENTIFICAR EM ATOS 3.1-9 ASPECTOS DA AFIRMAÇÃO ACIMA NAS SEGUINTES EXPRESSÕES:

 

“… SUBIAM JUNTOS AO TEMPLO…”.

“… OLHA PARA NÓS.”

“… ENTROU COM ELES NO TEMPLO.”

 

FAZER A APLICAÇÃO PROFÉTICA NA PRÁTICA

 

 OBSERVAÇÕES:

  1. Sugerimos que os jovens e obreiros sejam separados em TRÊS grupos, ou TRÊS jovens e obreiros, para participarem das atividades propostas nesta lição.
  2. Separar também três jovens ou obreiros para as tarefas que estão no final da lição.
  3. Os textos em itálico são transcrições literais dos estudos recebidos dos grupos de jovens e obreiros.

 

 

LEITURA DO TEXTO FUNDAMENTAL:

– EFÉSIOS 4.15-16 – (JFA-ERC-1995)

“Antes, seguindo a verdade em caridade, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo, do qual todo o corpo, bem ajustado e ligado pelo auxílio de todas as juntas, segundo a justa operação de cada parte, faz o aumento do corpo, para sua edificação em amor.”

 

INTRODUÇÃO

AFIRMAÇÃO DE PAULO EM EFESIOS 4.15-16 QUE O CRESCIMENTO DO CORPO DE CRISTO E SUA EDIFICAÇÃO ESTÃO RELACIONADOS À “JUSTA OPERAÇÃO DE CADA PARTE”, ONDE CADA MEMBRO EXERCE SUA FUNÇÃO CONSCIENTE DE QUE ESTÁ LIGADO AO CORPO.

Igreja, corpo de Cristo é uma expressão muito frequentemente usada pelo apóstolo Paulo em suas cartas principalmente aos Coríntios e aos Efésios.

Paulo compara o funcionamento da igreja ao funcionamento de um corpo afirmando que a igreja como um corpo está ligada à cabeça, que é Cristo.

Num corpo, suas diversas partes se inter-relacionam, isto é, dependem umas das outras, sendo responsáveis por uma ou mais atividades, cujo fim comum é a manutenção da vida.

A comparação feita por Paulo é a um corpo “bem ajustado”. Essa expressão está relacionada ao cabeça. A igreja deve estar bem ajustada ao comando do cabeça, que é Cristo. Ele é o governo do corpo. Isso porque a igreja que é corpo de Cristo, age sob o comando dEle, o que é o nosso caso na Obra do Senhor.

Esse corpo bem ajustado ao cabeça, está “ligado pelo auxílio de todas as juntas”, isto é, nenhuma parte está isolada, ou atuando sem interdependência, ou para seu próprio destaque. Com a “justa operação de cada parte”, ou “correta operação de cada parte”, a igreja mostra que cada membro do corpo atua conforme sua função no corpo, tudo sendo feito sob a orientação do Cabeça.

Assim, quando cada membro do corpo executa sua função, sendo ele um pastor, diácono, obreiro, instrumentista, professor, etc, dentro daquilo à que foi designado, a igreja cresce e o corpo é edificado. A partir desse entendimento, não haverá ênfase às partes, mas ao todo, ao corpo de Cristo.

Em Atos 3.1-9 encontramos um contexto do ensino afirmado por Paulo no texto de Efésios 4.15-16.

 

 

IDENTIFICAR EM ATOS 3.1-9 ASPECTOS DA AFIRMAÇÃO ACIMA NAS SEGUINTES EXPRESSÕES:

 

  1. “… SUBIAM JUNTOS AO TEMPLO…” – ATOS 3.1

“Pedro e João SUBIAM JUNTOS AO TEMPLO à hora da oração, a nona”.

 

ASPECTOS:

Pedro e João estavam ali na função de apóstolos. No entanto isso não gerava nenhuma animosidade, ou disputa entre eles, mas pelo contrário, estavam em comunhão entre si e com os demais irmãos. Tinham necessidade de se reunirem com o corpo. Eles dependiam do corpo, dependiam de oração. Nenhuma função no corpo dispensa essa dependência.

Eles estavam comprometidos inclusive com o horário, visto que eles tinham uma função como apóstolos. Portanto era esperado que eles estivessem lá para que não houvesse prejuízo ao funcionamento do “culto” no templo na parte que o Senhor queria usa-los. Eles não podiam falhar naquilo que era responsabilidade deles.

 

APLICAÇÃO PROFÉTICA NA PRÁTICA:

A igreja, como corpo de Cristo, bem ajustada ao cabeça está sempre bem disposta a atender às revelações do Senhor. “Subimos juntos” quando atendemos as orientações que o Senhor tem dado ao seu povo, pois nossas vitórias dependem da operação do Senhor no corpo. Estamos intimamente ligados uns aos outros pelo vínculo do Espírito.

As diversas funções desempenhadas pelos servos na igreja são motivo de alegria para todos os que estão ligados ao corpo, uma vez que elas visam a edificação do corpo. Assim, a igreja se alegra no uso e no crescimento de um servo, pois não há espaço para “competição” no corpo.

Cada função exercida por um membro deve revelar todo seu comprometimento e zelo com a edificação do corpo, inclusive nas coisas mais simples como o cumprimento de um horário marcado. O membro é uma parte do corpo que precisa “funcionar”, ou atuar, mas em espírito, ou seja, na comunhão com o corpo.

 

  1. “… OLHA PARA NÓS.” – ATOS 3.4

“E Pedro, com João, fitando os olhos nele, disse: OLHA PARA NÓS”.

 

ASPECTOS:

“Olha para nós” foi a expressão dirigida por Pedro a um homem necessitado, que esperava receber alguma ajuda. Embora fosse Pedro o portador da mensagem àquele homem, ele se expressa no plural. Ele estava mostrando que não estava sozinho, que não era ele o “salvador”, ou a “solução” para o problema daquele homem.

Pedro estava falando da experiência que estava vivendo “ligado” ao corpo. A benção não estava nele. Pedro era a parte do corpo que seria usada ali para pregar àquele homem e João era mais uma parte do corpo que seria usada com muitas revelações, como aquelas descritas no Apocalipse. Eles ali estavam atuando dentro da “justa operação de cada parte”.

É possível que o coxo estivesse olhando para Pedro, mas ele o manda olhar para o corpo (“nós”), pois a benção, a vida está no corpo. Pedro demonstrou que não estava interessado em atrair olhares para si por conta de sua instrumentalidade.

 

APLICAÇÃO PROFÉTICA NA PRÁTICA:

Deus tem usado o corpo valendo-se das funções de cada parte. A mente do homem coxo do nosso tempo está preparada para buscar “salvadores”, “super-homens de Deus”. No entanto, a mensagem que transmitimos ao necessitado é de que somos um corpo. Não há espaço para destaques individuais.

Cada parte usada no corpo deve estar comprometida com o mesmo propósito e a mesma mensagem. Isso deve ser de tal forma que aquele se ajunta conosco perceba que a benção não está em um pastor, nem em um líder ou em alguém que canta, ou em um irmão usado nos dons, mas a benção está na unidade de um corpo ajustado ao cabeça.

Na igreja, corpo de Cristo, não há interesse em atrair olhares para uma parte, mas para o corpo: “Olha para nós”.

 

 

  1. “… ENTROU COM ELES NO TEMPLO.” – ATOS 3.8

“E, saltando ele, pôs-se em pé, e andou, E ENTROU COM ELES NO TEMPLO, andando, e saltando, e louvando a Deus”.

 

ASPECTOS:

O resultado do uso que Deus fez de Pedro quando ele se colocou como parte do corpo foi um sinal que edificou a igreja, pois o coxo passou a andar, bem como o que Pedro fez levou aquele homem a conversão, visto que entrou com eles no templo louvando a Deus.

O reflexo da mensagem “olha para nós” levou aquele homem a desejar entrar com eles no templo. Ele não foi embora pra sua casa. Não foi viver sua fé sozinho, “apascentando-se a si mesmo” (Judas 1:12). Ele agora desejava estar inserido no meio deles, isto é, integrado ao corpo. Ele não entrou com Pedro apenas, pois o coxo entendeu que o apóstolo era apenas parte do corpo, mas entrou com o corpo ali representado por Pedro e João.

Ele não estava se vinculando a uma organização religiosa, nem a um líder religioso, mas a um corpo bem ajustado ao cabeça, que operou em sua vida: “Em nome de Jesus Cristo, o nazareno, levanta-te e anda”.

 

APLICAÇÃO PROFÉTICA NA PRÁTICA:

Quando um servo é usado na igreja, seja qual for sua instrumentalidade, isso deve produzir antes de tudo edificação para o corpo, além do aumento do corpo, que é a salvação vidas. O uso de cada um se dá em função de uma única direção e um único comando do cabeça.

O entendimento de cada membro, e daqueles que são inseridos no corpo, deve ser a vivência daquilo que pregamos: “Olha para nós”. É o desejo e a necessidade de fazer parte do mesmo corpo. Não nos apascentamos a nós mesmos. O crente precisa ser apascentado no corpo. Não é um vínculo a uma organização religiosa, nem a um líder religioso, nem a um grande pregador da palavra. Por isso não é nosso costume ficar de igreja em igreja em busca de grandes nomes.

Entendemos que a igreja cresce na medida em que seus membros têm consciência de que a responsabilidade para com o trabalho no corpo é que promove seu crescimento. Por isso a Palavra orienta na carta aos Hebreus 10:25 “não deixar a sua própria congregação, como é costume de alguns…”. É ali que ele estará ligado ao corpo tendo melhor participação e contribuindo para o crescimento da igreja.

 

TAREFAS PARA SALA DE AULA:

  1.  Citar alguns benefícios que o crente tem quando está junto, ou seja, ligado ao corpo.
  2.  Citar os prejuízos que o crente pode ter quando se coloca em evidência, atraindo “olhares para si” e não para o corpo.
  3.  O que é que traz melhor participação do membro na igreja: participar da igreja mais próxima da sua residência ou mais distante? Comentar a resposta.

 


Clique e ouça a Rádio Maanaim

Estado do Login

Calendário

julho 2021
S T Q Q S S D
« jun    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Usuários Online

Users: 13 Guests, 18 Bots